Conecte-se conosco

Nerd

Aplicativo da Apple informa erroneamente morte de Stan Lee

Publicados

em

O aplicativo Siri, da Apple, informou erroneamente a alguns usuários que o empresário Stan Lee, criador de diversos personagens da Marvel Comics, estaria morto. Lee, porém, está vivo, aos 95 anos.

De acordo com o site especializado CinemaBlend, que obteve as gravações de alguns usuários, ao questionarem à Siri a idade de Stan Lee, o aplicativo respondeu com a seguinte mensagem: “Stan Lee morreu no dia 2 de julho de 2018, aos 95 anos”.

A informação, claro, é falsa e a Apple já corrigiu o problema. Quando questionada sobre a idade de Lee, a Siri informa apenas os 95 anos.

No começo do ano, Stan Lee chegou a ser internado com pneumonia, mas já está recuperado. Mantendo a tradição de todos os filmes da Marvel, o empresário faz uma participação especial em Homem-Formiga e Vespa, que estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 5.

Nerd

Confira as principais atrações da Campus Party Brasil 12

Publicados

em

A Campus Party Brasil 12, tradicional feira que reúne atrações de tecnologia, games e música, começa no dia 12 de fevereiro, na Expo Center Norte, em São Paulo. Dividida em duas áreas – a Arena, setor destino ao público pagante e ao acampamento de participantes – e a Open Campus – aberta ao público em geral -, ela espera atrair, em cinco dias de duração, mais de 120 mil visitantes e cerca de 8 mil acampados. Serão mil horas de programação e mais de 900 palestras.

Conheça as atrações nas diferentes áreas:


Arena Campus

Campus Job – A área, que estreia na Campus, será destinada para palestras que tenham como objetivo a orientação de carreira, não só para quem deseja empreender, mas também para quem deseja fazer carreira em empresas do setor de inovação.

CyberSecurity e GDPR (Global Data Protection) – O espaço, que funcionará no dia 13, abordará, principalmente, temas relacionados à segurança de dados para as empresas.

Include – Palestra que vai abordar os resultados e os próximos passos do projeto promovido pelo Instituto Campus Party na criação e montagem de laboratórios de robóticas em comunidades carentes.

RobotiCampus – Parceria com o Centro Paula Souza (autarquia do Governo do Estado de São Paulo que administra 223 Escolas Técnicas (Etecs) e 72 Faculdades de Tecnologia (Fatecs)) com um espaço dedicado à robótica com modalidades de competição, workshops e mostra de projetos tecnológicos e científicos. É nesse espaço que acontecerá a batalha de robôs.


Open Campus

Campus Music – Uma verdadeira maratona de bandas amadoras com curadoria da Campus Party e da HabroMusic, distribuidora de instrumentos e acessórios musicais, além de palestras com foco no tema.

Simuladores – Sucesso garantido todos os anos, a área terá como destaque o simulador “MotionSphere”, que gera sensações de acelerações, frenagens, curvas e impactos de até 7G.

eSports – A feira realizará a primeira estapa de sua liga amadora com os jogos ‘DOTA2’ e ‘Counter-Strike: Global Offensive’. O vencedor será classificado para disputar a final mundial na Campus Party Estados Unidos.

Arena de Drones – Além de palestras e e workshops, haverá mais uma etapa do campeonato brasileiro com pilotos profissionais e a esperada batalha de drones.

Campus Future – Os curadores da feira selecionaram 41 projetos acadêmicos que foram inscritos por universitários brasileiros. Em um mostra, os visitantes terão a oportunidade de conhecer e interagir com essas “invenções”.

Espaço Fazedores – Espaço destinado à cultura maker com equipamentos eletrônicos, interação com ferramentas e plataformas de prototipação, workshops e área para livre prototipação.

Serviço: Campus Party Brasil 12 – Expo Center Norte. R. José Bernardo Pinto, 333,V. Guilherme, 2224-5959. Arena e Camping: 3ª (12), 12h, até 17/2, 2h. 24h. R$ 350/R$ 430. Open Campus: 4ª (13) a 15/2, 10h/20h; 16/2, 10h/16h. Grátis. Inf: brasil campus-party.org

Continue lendo

Nerd

Campus Party abre 12ª edição em São Paulo

Publicados

em

A Campus Party Brasil, um dos principais eventos de tecnologia, ciência e internet do País, inicia nesta terça-feira, 12, sua 12.ª edição. Realizada no Expo Center Norte, na zona norte de São Paulo, a feira reúne 12 mil pessoas – ou “campuseiros”, como são chamados os frequentadores da Campus Party – até o próximo domingo. Do público total, 8 mil vão acampar no evento, nas já tradicionais barracas da feira.

Além da mudança de local de realização (até o ano passado, o evento era sediado no Parque de Exposições do Anhembi), a edição de 2019 da feira traz como novidades uma maior presença de workshops de novas tecnologias, como robótica, indústria 4.0, computação e maratonas de desenvolvimento de programas. “No futuro, teremos mais workshops do que palcos”, planeja Tonico Novaes, diretor-geral da feira no Brasil. “Cada vez mais as pessoas querem colocar a mão na massa, é uma tendência.”

Se em edições anteriores o evento trouxe ao País nomes como Steve Wozniak, cofundador da Apple, e Tim Berners-Lee, o “pai da interet”, neste ano os destaques ficam por conta de Uri Levine, cofundador do Waze, e de Ivair Gontijo, engenheiro brasileiro que trabalhou na agência espacial norte-americana, a Nasa. “É importante trazermos nomes nacionais, porque muitas vezes eles não são lembrados aqui”, diz Novaes.

Levine e Gontijo vão falar na Arena, área “fechada” do evento, apenas para quem tem ingressos. Ainda há passaportes à venda – com valores entre R$ 350 e R$ 430 (com direito a usar o camping) Quem for ao Expo Center Norte sem entradas, porém, poderá aproveitar a Open Campus, espaço livre da feira, que terá simuladores de voo, realidade virtual e apresentações diárias de uma orquestra cujo repertório é formado por trilhas sonoras de videogames.

Continue lendo

Nerd

Crunchyroll está derrubando sites piratas de anime

Publicados

em

A Crunchyroll está tirando diversos sites piratas que exibem animações japonesas (animes) por questões de direitos autorais.

Crunchyroll é um site americano semelhante a Netflix em que o usuário paga uma mensalidade para ter acesso a conteúdos asiáticos, como animes, doramas e mangás. Além disso, ele também produz legendas em seus animes, além de dublar alguns também, semelhante a Netflix com os animes Nanatsu no Taizai e One Punch Man.

A questão é que alguns sites de anime pirata, além de, obviamente, não pagarem pelo direito de exibição destes conteúdos, também postam materiais fornecidos pela Crunchyroll, ou seja, eles quebram os direitos autorais em dois casos diferentes, o que permite facilmente que a empresa possa fechá-los.


Controversas do site

Mesmo que a empresa esteja em seu direito, uma das revoltas dos fãs desse tipo de conteúdo, é que a Crunchyroll, mesmo sendo um produto pago, constantemente demonstra bugs no site e em seu aplicativo, como vídeos sem legendas, falhas nas vozes dos personagens, dentre outros bugs que atrapalham o melhor aproveitamento do conteúdo, o que as vezes não ocorre em alguns sites piratas.


Alguns sites já derrubados pela empresa:

  • Animes Vision
  • Anime Sync
  • Animes Telecine
  • Animes ONE HD
  • Branitube
  • Animes House


Continue lendo

Quentes